Aprender inglês sem cursinhos e sem complicação é aliado da vida moderna

Com o Smartphone é possível fazer de tudo — desde um simples pedido de comida até um curso à distância, passando pelo aluguel de casas em outros países — e esta tecnologia também faz está sendo utilizada no ensino de idiomas. Mas não pense que basta baixar um aplicativo qualquer para sair falando inglês fluentemente do dia para a noite.

Para Kadu Nogueira, co-fundador da GO15, Startup de tecnologia para área de ensino, as pessoas que querem aprender inglês através da tecnologia precisam de estrutura inovadora que seja diferente de qualquer outra solução tradicional do mercado:

“O aluno navega em um ambiente em que  ele entende qual é a sua participação no processo desde o início, recebendo ‘pílulas’ diárias de conteúdo com 15 minutos de duração e tem tecnologia de ponta a seu favor. Desde a forma de navegação em nossa plataforma até como o conteúdo é desenvolvido e apresentado ao aluno, a GO15 criou o ambiente ideal para aprender inglês” explica Kadu.

Inglês sem viés comercial
O co-fundador da GO15 lembra algumas escolas de inglês até criaram sites próprios, mas tecnologia para aprender inglês vai muito além de apenas ter um site bem construído e bonito. Muitos cursinhos de inglês utilizam este verniz tecnológico que disfarça a lentidão que as escolas lidam com a obsolescência de seu formato metodológico e tecnológico:

“Sabemos como funcionam os processos de aprendizagem e como ter sucesso. O conteúdo precisa ter qualidade e relevância, sem erros ou equívocos conceituais. Estruturalmente falando, o aluno encontra com a GO15 um sistema muito parecido com a de um curso presencial, com um capítulo por semana, aulas de compreensão de texto, construção de vocabulário, pronúncia, gramática e revisão – além de aulas ao vivo e SAC para solução de dúvidas” reforça Kadu.

Fonte: KAKOI Comunicação

Facebook Comments